Caio

Idol: Kino (Pentagon) ; Grupo: ONF

O Caio é jornalista de entretenimento praticante há mais de uma década, e fissurado por música pop há mais ou menos o mesmo tempo (o It’s Not me It’s You, da Lily Allen, saiu em 2009 e mudou a vida dele).

Mesmo assim, fez o possível, por teimosia mesmo, para resistir ao k-pop — mas, se 2020 e 2021 serviram para alguma coisa, foi para mostrar que a vida é curta demais para alimentar preconceitos artísticos, né? Depois de anos de ler a Sam falando de k-pop na timeline do Twitter, ele se rendeu e contou com a ajuda dos episódios do K-Pop Top para finalmente se inteirar nesse mundinho.

Após tomar essa que considera a melhor decisão do seu ano, viu seu entusiasmo por música pop ressurgir, e a vontade de escrever sobre isso também. Felizmente, o KPT tinha um lugarzinho para ele.

O Caio ainda está construindo o seu gosto dentro do k-pop, mas já se considera fã de alguns grupos e artistas solo (fã o bastante pra assistir àqueles videozinhos de bastidores que saem no YouTube; fã o bastante pra criar um TikTok, essa coisa de jovem, só pra segui-los):

  • ONF (Bias: J-Us)
  • PENTAGON (Bias: Kino)
  • VERIVERY (Bias: Yeonho)
  • NU’EST (Bias: Minhyun)
  • Weeekly (Bias: Jiyoon)
  • Astro (Bias: MJ)
  • AB6IX (Bias: Daehwi)
  • Kang Daniel
  • TAEMIN

Ele também curtiu bastante, esse ano, lançamentos de artistas como Baekhyun, Dvwn, WOODZ, BIBI, Cherry Bullett, Yukika, BDC, Penomeco, Purple Kiss, ENHYPEN e IU. E está aos poucos se inteirando na discografia de outros grupos (f(x), SHINee, Super Junior, 2NE1), porque é o tipo de nerd que gosta de pesquisar a história dos gêneros musicais que curte ouvir.

O Caio escreve sobre entretenimento para o Omelete; e apresenta o Cultura Livre, um programa sobre entretenimento e cultura pop do canal Jornalistas Livres — por lá, o k-pop frequentemente entra na pauta, como no primeiríssimo programa, que trouxe feat. com ninguém menos do que a Sam, do KPT.